Categorias
Redação

8 Erros que todo redator web freelancer deve evitar para evoluir

Sabe, errar é humano e isso não é nada novo. Todo mundo sabe disso. Mas existem alguns erros que podem causar certo prejuízo emocional incalculável, dependendo de como atingem e a quem atingem. E esses erros precisam ser evitados por qualquer redator web freelancer.

Confesso que me peguei pensando nisso depois de receber inúmeras mensagens de seguidores pelo perfil do @redator.digital lá no Instagram. Inclusive, se você ainda não acompanha, saiba que ele é atualizado diariamente.

Pois bem, voltando ao assunto, entre as mensagens enviadas com frequência pelo pessoal que acompanha o perfil, pude notar que muitas delas envolvem a insegurança causada pela inexperiência. Medo de não dar conta, medo de não atender as expectativas, entre outros medos. 

E pensando em formas de ajudar, reuni alguns erros que todo redator web freelancer tende a cometer, e que eu também cometi no início da carreira, mas que quando evitados podem poupar grandes dores de cabeça. Veja:

1. Aceitar trabalhos de redator web freelancer só pelo dinheiro

Dinheiro é bom e também necessário, o que não justifica aceitar qualquer trabalho pensando só na grana. É preciso pensar também no custo que isso tem, ou seja, nas horas necessárias para realizar cada job.

No começo, esse é um desafio tremendo, pois saber calcular o tempo de produção de cada texto não é fácil. Exige autoconhecimento, experiência e também foco. 

Por isso, o que recomendo que você comece a fazer a partir de hoje é cronometrar o seu tempo de trabalho. Ou seja, ao começar a produzir um conteúdo, acione um cronômetro. Pode ser no seu celular mesmo. Ao final, anote em algum lugar quanto tempo levou para concluir o texto todo.

Faça isso durante algumas semanas e você terá uma média bem fiel de quanto tempo leva para concluir um texto. Dessa forma, será mais fácil aceitar ou negar uma proposta futura levando em conta o seu tempo disponível.

Essa dica vai evitar muita ansiedade e frustração na jornada de redator web freelancer.

Leia também: Plataformas para redatores freelancer: o guia completo para você começar a trabalhar hoje

2. Prolongar parcerias com clientes “problema”

Olha, eu tive muita sorte de não ter grandes histórias de clientes “problema” pra compartilhar, mas já aconteceu — e não foi nada bom. E minha carreira de redator web freelancer já tem mais de 5 anos, hein?

Uma que posso contar aqui é de um cliente que tive e que era super gente boa. Um amor de pessoa. Mais do que parceiros de negócio, nos tornamos amigos. E não é que foi aí que a relação passou a ser abusiva?

De “favorzinho” aqui e “quebra esse galho” ali, um conteúdo que era pra me tomar 2 horas, tomava 4, 5 horas. E na equação onde tempo = dinheiro, eu saía total no prejuízo. Mas mesmo depois de ter percebido que a conta não estava fechando, eu relutei em me livrar desse cliente logo.

Quando tomei coragem, avisei que a demanda de um cliente mais antigo havia aumentado e que, infelizmente, precisaria romper com a nossa parceria. Pronto. Um peso que tirei das costas.

Então, fica aqui a recomendação: percebeu que o cliente tá dando mais trabalho do que dinheiro? Encerre o quanto antes essa parceria. Evite esse desgaste. Na carreira de redator web freelancer — e em muitas outras —, desistir pode ser uma grande benção.

3. Não impor limites aos clientes

Você tem o costume de responder mensagem de WhatsApp às 23h, fazer alteração de conteúdo no domingo, mandar e-mail no feriado? Parou por aí! Sua vida de redator web freelancer não precisa disso.

Esse tipo de relação pode até parecer que funciona tranquilo no começo, mas presta atenção no conselho da tia Carol aqui: a longo prazo, isso vai te esgotar. Falando sério. 

Afinal, o que começa como uma cortesia, vira uma obrigação. E aí quando você se dá conta, o cliente tá achando ruim que era Dia das Mães e você não atendeu o boneco no WhatsApp dentro de 20 minutos. 

Sendo assim, desde o começo da parceria já deixe esse tipo de limite bem estabelecido. Ah! E se você estiver pensando “ai mas como vou falar isso?”, é simples: não precisa verbalizar. É só não atender qualquer demanda depois do seu horário de trabalho — a menos que seja algo pontual e urgente, mas essas situações têm um nome: exceção. 

Mas, se você precisar falar, seja bem transparente e educado. Quando a comunicação não é violenta, as pessoas tendem a entender a mensagem.

4. Subestimar a importância do descanso

Dia 20 de dezembro de 2018 — dia que eu simplesmente surtei de tanto trabalho. Cansaço mesmo. Esgotamento mental em um nível absurdo depois de meses trabalhando de segunda a segunda sem parar.

Lembro da sensação de pânico e coração acelerado depois de ouvir meu marido perguntar “ainda tem muita coisa pra fazer hoje?”, se referindo às minhas tarefas do dia. Na hora, não consegui responder. Comecei a chorar. Ele não entendeu nada e tentou me acalmar para descobrir o que estava acontecendo.

Era falta de descanso.

Portanto, aqui vai um conselho precioso: por mais tentadora que uma proposta pareça, pense bem antes de aceitar. Veja se há espaço para atender e não considere o seu tempo de descanso como tempo livre para aceitar mais trabalho. O tempo de descanso faz parte do trabalho. 

Afinal, se for negligenciado, pode trazer consequências sérias à saúde. E sem saúde, você vai precisar fazer uma pausa forçada. Então, cuide da sua carreira de redator web freelancer com descansos programados e necessários.

5. Entregar demais (overdelivery)

Sabe aquele papo de “surpreender” o cliente. Entregar mais do que o combinado? Então, na prática o que pode acontecer é o “entregar mais” virar uma obrigação e o cliente passar a exigir como se isso fosse parte do contratado.

Então, sendo bem honesta, se você quer surpreender o seu cliente, entregue um conteúdo e um atendimento fora da curva. Evite essa estratégia do “overdelivery”, pelo menos no começo.

Melhor um arroz com feijão bem feito do que uma lasanha crua no meio.

Leia também: Redator freelancer iniciante: 6 dicas essenciais para ter sucesso na área

6. Fazer do desconto um hábito

Antes de mais nada, não há problema nenhum em dar desconto. Afinal, dar desconto é uma estratégia de vendas que pode sim ser usada de forma pontual como último argumento pra fechar um negócio que você quer muito. 

O problema é fazer disso um hábito. E quando vira um hábito, deixa de ser saudável.

Gosto muito da forma como Simon Sinek aborda isso em seu livro “Comece pelo porquê”. 

Segundo o autor, os ganhos a curto prazo são realmente fantásticos, mas como há diminuição de margem  lucro, é necessário vender cada vez mais. 

“E assim se instala o vício espiral descendente de preço”.

Tem uma frase bem famosa sobre isso que escutei meu pai falar outro dia: cliente que vem pelo preço, vai embora pelo mesmo motivo.

Para concluir este tópico, deixo mais uma citação do livro de Simon: “Preço baixo sempre custa alguma coisa. A questão é: quanto você está disposto a pagar pelo dinheiro que ganha?”.

Aproveite para ler: Quanto cobrar por produção de conteúdo: confira dicas para não errar essa conta!

7. Ter medo de perguntar

Esse medo é das antigas. Lembro da época da escola quando a professora, depois de explicar exaustivamente sobre algum assunto, se dirigia à classe, perguntando:

  • Ficou alguma dúvida?

E recebia em resposta o mais profundo silêncio.

Mas, para a sua surpresa, ela era curiosamente bombardeada de perguntas no momento em que passava as atividades aos alunos.

Veja, não é que você não possa esclarecer suas dúvidas sobre a demanda feita pelo cliente no momento em que a executa. Mas faça de tudo para esclarecê-las antes de começar o trabalho.

Afinal, diferente da professora que fica ali à disposição, o seu cliente tem outros afazeres e pode não estar disponível o tempo todo para você. Ou seja, ele pode não responder suas dúvidas antes do prazo combinado para a entrega do conteúdo.

Portanto, jovem redator web freelancer, não tenha medo de perguntar. Quanto mais vocÊ souber do cliente, melhor será seu processo de escrita.

8. Achar que resultados aparecem da noite para o dia

Se você não deixar de lado essa mentalidade que busca sempre recompensa imediata, sinto muito, mas talvez a carreira de redator freelancer pode lhe decepcionar. Afinal, não há resultado da noite para o dia. Pode levar meses até um cliente fechar contigo — e isso pode não ter nada a ver com o seu portfólio ou a sua abordagem. 

Por isso, tenha paciência e, acima de tudo, constância. Busque melhorar um pouquinho todos os dias. Seja por meio de uma rotina diária de escrita, estudos ou número mínimo de e-mails de prospecção enviados.

Agora, preciso comentar que teria sido esclarecedor ler um conteúdo como esse no início da minha trajetória. Portanto, espero que faça bom uso dos alertas trazidos ao longo deste texto.

Que sua jornada no universo da escrita seja libertadora! 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *