fbpx

Redação

Dicas de conteúdo para redes sociais: 5 erros que você deve evitar já!

Caroline Serafim
Escrito por Caroline Serafim em 11/11/2020
4 min de leitura
Cadastre-se gratuitamente

Conteúdos exclusivos sobre redação, SEO, carreira e muito mais

Você não precisa ser um redator digital para ter uma rede social hoje em dia – muito pelo contrário. As redes sociais se tornaram parte da nossa rotina e no Brasil – tornando o País o que mais usa redes sociais na América Latina.

Mas não é porque você já está no Instagram há 5 anos e sua conta de Facebook completou 8 anos de existência que significa que você está pronto para criar conteúdos para redes sociais.

Se você está pensando, por exemplo, em criar uma conta profissional para divulgar seus trabalhos, existem certos erros que você não deve cometer se espera ter um grande alcance e um impacto positivo nesse espaço virtual. Então presta atenção nessas 5 dicas de conteúdo para redes sociais que vão lhe ajudar a ter o resultado que você busca!

5 dicas de conteúdo para suas redes sociais

1 – Imagens de baixa qualidade

A imagem é muito mais que apenas uma imagem. Ela é uma expressão de quem você ou sua marca é e é o que chamará a atenção de quem está rolando pelo feed da rede social, então de nada adianta sua legenda ser super informativa se a imagem não fizer o seguidor parar para ler.

Cuide da imagem que você passa na sua rede e busque entender os tamanhos corretos de imagens em cada rede social para não dar a impressão que você ou sua marca é bagunçada, preguiçosa ou iniciante. 

2 – Uso errado das hashtags

Se você abrir seu Instagram pessoal, as chances de encontrar um #tbt, #feed, #instamood ou #picoftheday são altas.

As hashtags, que começaram no Twitter e migraram para grande parte – senão todas – as redes se tornaram uma mania que pode ser um erro. Elas são mais que uma representação da foto e sim uma estratégia digital, que pode fortalecer a sua marca.

O uso demasiado de hashtags, por exemplo, é um desses erros. Segundo estudo realizado pela SocialFresh, é recomendado o uso de, no máximo, 10 por postagem. Já para quem tem menos de 1 mil seguidores, esse número cai para 4 a 5 hashtags de acordo com a TrackMaven.

O uso de hashtags populares, como as que citamos acima, também não é aconselhável. Apesar de em um primeiro momento parecer uma boa ideia, já que assim você alcançará um maior número de pessoas, boa parte dos usuários – se não a maioria – não ligarão para a sua postagem, já que a concorrência é grande.

Apesar de visualizarem, eles não terão uma interação como curtir, seguir e comentar, o que leva a rede social a acreditar que seu conteúdo é irrelevante.

Por isso, tente sempre usar hashtags com termos que focam nos seguidores que realmente se interessarão pelo seu conteúdo e tome cuidado na quantidade de hashtags usadas, ok?

3 – Escrever mal e errado

Pode parecer óbvio afirmar que escrever mal e/ou errado causa uma má impressão, mas nas redes sociais essa regra nem sempre precisa ser seguida. Muitos acreditam que, por ser um ambiente mais descontraído, erros são perdoados – mas se você quer impressionar os seus seguidores, é essencial prestar atenção na escrita.

Porém, se você ainda está refinando seu vocabulário, não force uma escrita rebuscada que talvez nem é o que seu público quer ver: simplifique a escrita e a torne mais objetiva

A revisão de texto também é algo que até mesmo nós fazemos em todos os textos que produzimos. Ler e reler o que você escrever – ou talvez até pedir para outra pessoa – é uma ótima tática para encontrar pequenos erros ou até mesmo reescrever frases que terão mais impacto após alguma alteração.

4 – Usar ou não usar emojis, eis a questão

Os emojis (quem mais era da época que eles eram chamados emoticons?) já eram usados antes mesmo de serem amarelos e “bonitinhos”. Seja um 😀 ou um >.<, nós sempre gostamos de usar figuras para expressar nossos sentimentos. Mas e em um ambiente profissional?

Se você já trabalha com um tom mais descontraído ou nota que os seguidores costumam curtir publicações com emojis, esses são sinais que você pode começar a investir nessa estratégia.

Mas lembre-se que eles devem ser usados apenas em temas leves! Nada de emojis em temas sérios. E assim como as hashtags, cuidado com o excesso, ok?

Já entendemos que os emojis devem auxiliar o entendimento da mensagem, mas uma postagem com muitas figuras pode acabar tendo efeito contrário, deixando a publicação visualmente poluída e dificultando a compreensão.

E se você não sabe como usá-los no computador, só assistir ao vídeo abaixo para ver como é fácil:

5 – Prezar quantidade ao invés de qualidade

Quantidade não significa qualidade. Essa frase seria o suficiente para explicar esse erro, mas vamos falar com mais detalhes sobre esse tópico.

Não só a quantidade de posts que você realiza é suficiente para atrair novos seguidores e talvez pode até ter um efeito negativo, já que isso pode acabar fazendo com que a qualidade dos seguidores e suas interações seja esquecida.

Por isso, planeje as postagens e seja equilibrado. Aos poucos, você entenderá quais são os melhores horários e dias de interação do seu público, e conseguirá usar essa informação ao seu favor para maior qualidade neste sentido.

Gostou desse conteúdo? Que tal usar o menu ao lado para compartilhar esse texto nas suas redes sociais ou com alguém que precisa melhorar o processo de escrita?

E se você quiser aprender mais, você pode nos seguir no Instagram ou ler o artigo Como ser um redator web: guia completo para iniciantes + dicas para evoluir.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *