fbpx

UX

Redação UX: o que é, importância + exemplos reais de uso para inspirar

Caroline Serafim
Escrito por Caroline Serafim em 26/08/2020
5 min de leitura
Cadastre-se gratuitamente

Conteúdos exclusivos sobre redação, SEO, carreira e muito mais

Depois de concluir um curso de Microcopy, ministrado pela Alda Rocha (@mjcoffeeholick no Twitter), na plataforma Alura, fiquei encantada. Esse foi o meu primeiro contato com Redação UX e não exagero ao dizer que mudou a forma como enxergo meu trabalho.

Antes de mais nada é importante dizer que não sou designer. Sou redatora e não conhecia nada sobre o conceito Redação UX antes de fazer o curso. E a partir dele, descobri que isso existe há bastante tempo e que, felizmente, é uma tendência que só cresce dentro e fora do Brasil.

Se você veio parar aqui, possivelmente deve estar começando a descobrir sobre o que a redação estratégica para UX aborda, certo? Então, minha missão aqui é introduzir alguns conceitos básicos desse importante braço do Design UX.

Vamos lá?

O que é a Redação UX?

De forma resumida, a Redação UX consiste em unir redatores e designers em busca de um único propósito: oferecer a melhor experiência possível ao usuário. Seja por meio de um texto compreensível e eficiente, ela precisa ajudar esse usuário na utilização de um produto.

Isso inclui fazê-lo passar mais tempo no site, ajudá-lo a preencher um formulário com o mínimo de erros possível ou qualquer outra ação necessária para o sucesso da estratégia de uma empresa.

Para colocar a Redação UX em prática, o time designado para a criação do projeto precisa entender o produto como a palma das mãos, além de saber exatamente todas as necessidades e expectativas tanto do cliente como do usuário.

Por isso, todo o processo envolve inúmeros testes, reuniões, erros e acertos. Enfim, a experiência do usuário é um universo gigantesco, onde a Redação UX está inserida, e precisa — cada vez mais — ser o foco das empresas de produtos e serviços.

Quer saber mais sobre a experiência do usuário? Então, confira o vídeo que separei sobre o tema:

O que é UX e por que é tão importante? com Bruno Rodrigues | Casa Firjan

Foco em vendas x foco em usabilidade

Teoricamente, qualquer tipo de conteúdo criado deveria ter o objetivo de oferecer uma excelente experiência para quem lê. Mas na prática, não é bem assim que funciona — e é por isso que a Redação UX é tão importante.

Eu, por exemplo, trabalhei em uma agência de publicidade, onde o foco dos meus textos é a venda e não — exatamente — a experiência. Em agências de publicidade a maioria dos clientes e diretores de arte não esperam textos claros, resumidos e úteis, mas sacadinhas.

“Pô, meu, faltou aí uma gracinha, faltou pensar como os publicitários antigos”.

Muitos publicitários ainda não aprenderam que a propaganda não é feita para outros publicitários, mas sim para pessoas que não vivem nesse contexto. Você pode ter um texto amigável para o usuário sem perder a criatividade e a leveza.

Assim, depois que eu comecei a estudar Redação UX, reparei que a minha maneira de escrever mudou. Faço o possível para unir as duas coisas — experiência e persuasão — dentro do que o briefing do trabalho permite.

Sempre que preciso criar algum título, post de blog, call to action ou qualquer coisa penso: “isso está claro, resumido e útil o suficiente?” e, se não estiver, é hora de recomeçar. Afinal, agora sei o quanto isso é importante.

Um texto engraçadinho que gera milhares de compartilhamentos mas não vende 1 real é apenas uma piada. E quando isso é aplicado para empresas que precisam vender, essa piada acaba se tornando de extremo mau gosto.

Aprofundando na Redação UX com exemplos?

Antecipar ações, tranquilizar e mostrar empatia, é isso que a redação UX precisa proporcionar.

“Fale conosco”, “Cadastre-se” e “Saiba mais” são os melhores textos para serem utilizados em determinadas situações? Ou será que existem palavras melhores? É isso que a Redação UX vai questionar e mudar, caso seja necessário.

Todo o conteúdo desenvolvido para o site ou aplicativo deve ser pensado com o objetivo de alinhar usuário e estratégia de negócio.

Certa vez, li um artigo muito bom que dá dicas simples de como desenvolver a redação UX seguindo o mesmo processo utilizado pelos times de User Experience do Google.

Vou anotar aqui três boas dicas que tirei de lá:

1. Coloque os usuários em primeiro lugar

Focar unicamente no objetivo do seu usuário dentro do seu site/aplicativo faz com que você conquiste a sua lealdade e a confiança, e é em cima disso que toda a sua estratégia de conteúdo deve ser criada.

Um ótimo exemplo:

Exemplo de redação UX do app Hinge

“Baixe o Hinge. Encontre o amor. Apague o aplicativo. Não repita.”

E na sequência:

“O aplicativo de namoro criado para ser apagado.”

Além de ser um texto muito legal e criativo, ele transmite uma importante mensagem ao usuário: a eficiência do aplicativo.

Usuários de aplicativos de namoro esperam encontrar pessoas e, muitos, procuram o amor definitivo. Nesse sentido, o Hinge passa uma mensagem direta sobre a sua eficiência, já que você vai acessá-lo, encontrar seu amor e, após tudo isso, nunca mais usar o aplicativo.

Ou seja, é uma proposta de valor eficiente, esperada — considerando um app de namoros —, discreta e que conversa diretamente com o usuário. Além disso, o valor está implícito no texto bem escrito e criativo.

2. Seja a voz que o usuário deseja ouvir

É por meio do conteúdo que toda a mensagem do produto e tom de voz da marca são apresentados ao usuário. Por isso, é fundamental pensar em como essa mensagem será absorvida e interpretada por quem está lendo.

Nesse sentido, também temos um excelente exemplo:

Exemplo de redação UX da Wealthfront

“Bem-vindo de volta

Achamos que você tinha saído, então nós te desconectamos para proteger a sua conta.”

Aqui, a mensagem transmitida é de segurança, preocupação e proteção da Wealthfront com seus usuários. Além disso, é uma mensagem que contém toda a essência da Redação UX por ser prática e informativa.

3. Guie o seu usuário da melhor forma possível

Além de ajudar o seu usuário a atingir os próprios objetivos, o conteúdo precisa servir de guia para atingir os objetivos do cliente também. Nessa etapa é importante sempre trabalhar com testes A/B para saber quais são as palavras que performam melhor.

Um case que deixa bem claro a importância da estratégia de conteúdo é o aplicativo Android Pay. O número de cliques aumentou 12% quando o texto do botão “add card” (adicionar cartão) foi substituído por “get started” (começar).

Outro exemplo de uma Redação UX que guia seu usuário até um objetivo de negócios:

Exemplo de redação UX do Tumblr

“Parabéns!

Agora você é um usuário real.

Você merece um aplicativo”

Aqui, após o registro, o próprio site guia o usuário para que ele baixe o aplicativo móvel. Possivelmente, para o Tumblr, o aplicativo móvel é uma forma muito estratégica de engajamento e, claro, aumentar sua receita financeira.

A redação estratégica para UX veio para ficar

Para finalizar, é bom recapitular que uma boa estratégia de conteúdo deve unir os objetivos do cliente aos objetivos do usuário. SEMPRE. Se estão dizendo que as pessoas leem cada vez menos, não vamos escrever um conteúdo gigantesco falando sobre coisas que podem ser resumidas com meia dúzia de palavras.

Ser claro, breve e útil é essencial. Simplifique seu conteúdo, gere valor para o usuário a partir de uma boa redação UX e, principalmente, não comprometa os resultados da sua empresa durante a criação de conteúdo.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *